31.8.09

a noite abrir-nos-á



(vídeo de karen russo, "economy of excess", 2005)


17.

no interior de cada um dos
pedaços do corpo, anoitece
o sexo e a terrível vertigem

das casas.

o que morre: deixa ficar nos
olhos que não fecham.

jorge vicente

4 comentários:

Maeles Geisler disse...

deixa ficar no sangue
quente

na maré
que vem, que vai.

Abraços

Arabica disse...

Deixa ficar.

Já não importa.


Beijos

jorge vicente disse...

deixa ficas

[aqui]

jorge vicente disse...

deixo :)