29.6.09

william blake



(pintura de pablo picasso, "woman with a crow", 1904)


"Each man is in his spectre's power untill the arrival of that hour when his humanity awake..." (1)

william blake


(1) BLAKE, William apud PULLMAN, Philip - The Amber Spyglass. London: Scholastic Press, 2001. ISBN 0-439-99414-4. pg. 403.

8 comentários:

L. Rafael Nolli disse...

Jorge, meu camarada, impressionante essa tela do Picasso. Quero aproveitar para comentar o poema Luz, que diz muito em poucas palavras! Abraços.

cássio amaral disse...

Tudo muito bom aqui e numa qualidade imensa.

Brother, quando viera no Brasil vamos conversar muito, rir e tomar um refrigerante, eu tomo cerveja.

Ontem orei muito, e fiz o culto pro Digão no Johrei Center.

Hoje me bateu um vazio muito grande, só chorei uma vez ontem. Hoje não aguentei e até solucei de chorar. Ele era meu irmão, não só meu amigo,mas meu irmão. Foi muito educado quando eu, L. Rafael Nolli e Ricardo Wagner o visitamos no Rio e o entrevistamos.
E sempre falei com ele pelo msn, ou por fone.
Muito obrigado pela sua vida e sua existência Jorge, por ser meu amigo mesmo que em Portugal. E meu mais profundo agradecimento.
Por favor me inclua na tua vibração e oração. Ontem e hoje foram dias muito doloridos.
Grande abraço. Muita luz.

Manuel L. Rodrigues disse...

eu nao sei, mas prefiro o Picasso este das primeiras etapas.

Abraços desde a Galiza

Ruela disse...

Um dos meus preferidos do Picasso.


Abraço.

Cássio Amaral disse...

Muito obrigado pela sua luz e sua amizade mano. Um grande abração de luz.

Sabe tem hora que penso que deveríamos fazer um projeto pra nos apresentarmos. Lermos poesia Portugal & Brasil, com algum patrocíno de empresas.

Seria bom isso.

Um abração de luz de novo.

jorge vicente disse...

obrigado, caro amigo!!!

você também é um fantástico poeta!!!!

grande abraço
jorge

jorge vicente disse...

o meu mestrado está difícil, amigão. um trabalho académica retira muito da nossa vida e eu não quero. quero viver e sentir a poesia sempre!

saudades de digão sempre!

grande abraço
jorge

jorge vicente disse...

sabes, irmão, agora estou trabalhando numa biblioteca e é mais duro do que eu estava pensando. pelo menos, ainda não estou habituado.

mas, o que eu quero mesmo é viver da literatura e ir descobrindo o mundo. inclusivamente, ir aí a minas gerais encontrar você

grande abraço
jorge