5.10.09

abdicarias de quem És?



(fotografia de françois fleury, "molotov (paris streets-series)", 2006)


"Há alturas em que tens de abdicar de Quem Tu És para seres Quem Tu És.

Houve Mestres que pregaram: não podes ter tudo enquanto não estiveres disposto a abdicar de tudo.

Por conseguinte, para te «teres» a ti mesmo como homem de paz talvez tenhas de abdicar da ideia que tens de ti mesmo como homem que nunca vai para a guerra. A História exigiu dos homens decisões dessas.

O mesmo se passa nas relações mais individuais e mais íntimas. A vida pode exigir-te, mais do que uma vez, que proves Quem És revelando uma faceta De Quem Não És" (1)

neale donald walsch


(1) WALSCH, Neale Donald - Conversas com Deus. 14ª ed. Cascais: Sinais de Fogo, 2003. ISBN 972-8541-05-8. pg. 164.

2 comentários:

Mel disse...

É admirável a selecção de sabedoria deste blogue!!

Parabéns amigo Jorge!!:)

Deixo os meus votos de força e muito sucesso no trabalho - gostava que tivessemos privado um pouco mais, mas quando dei conta já não estavam!(afazeres do momento)

São muito boas as partilhas poéticas que nos unem, a nós, "escritores" de alma, corpo e vida inteira!

Beijinhos*

jorge vicente disse...

beijinhos, querida vera :)