24.9.09

o divino



(pintura de sigmar polke, "ernte (harvest)", 2007)


"É bem espinhoso esse trilho do chefe de família. Tem muitas distracções, muitas preocupações terrenas. O asceta não é incomodado por nenhuma delas. Trazem-lhe o pão e a água, dão-lhe a humilde manta em que repousa, e pode dedicar todas as suas horas à prece, à meditação e à contemplação do divino. Que fácil deve ser o divino numa situação dessas! Que tarefa tão simples! Ah, mas dêem a um deles mulher e filhos! Vê agora o divino num bebé que precisa de mudar a fralda às três da manhã. Vê o divino numa conta que tem de ser paga no primeiro dia do mês. Reconhece a mão de Deus na doença que leva uma esposa, no emprego que se perde, na febre do filho, na dor dos pais. Agora estamos a falar de santidade.

Entendo o teu desalento. Sei que estás farto da luta. Mas digo-te o seguinte: quando me seguires, a luta desaparece. Vive no teu espaço divino e os acontecimentos, um por um, tornam-se bençãos" (1)

neale donald walsch



(1) WALSCH, Neale Donald - Conversas com Deus. 14ª ed. Cascais: Sinais de Fogo, 2003. ISBN 972-8541-05-8. pg. 145.

6 comentários:

pin gente disse...

se me entregar a ti, prometes que não faltas?
se me dedicar de corpo e alma, mostras-me a luz?
se abdicar de mim e esquecer os prazeres que tanto procuro, deixa-me viver na tua paz?
se der a outra face, abres-me o reino dos céus?
dizem que escreves certo por linhas tortas!
dizem que quando fechas uma porta abres uma janela!
mas só vi gatafunhos no bilhete que me deixaste aquela noite! e não reparei em fresta alguma onde passasse a luz!


um beijo, jorge vicente!

Arabica disse...

Eu tenho uma forma muito pessoal de acreditar. De acreditar que é dificil acreditar. Mas que não consigo viver, sem acreditar.

E não nomeio nomes, mas acredito.

tecas disse...

Olá poeta Jorge, todas as promessas divinas foram excluídas por vontade do homem. E, cada um de nós, terá que encontar ( senão todas),pelo menos uma: a verdade do amor. Sendo a vida uma passagem o que nos resta?
Bji amigo

jorge vicente disse...

todas as promessas estão aqui, à nossa disposição, querida amiga teresa. mas nós, com a nossa casmurrice, teimamos em não olhar para elas.

um grande beijo amigo
jorge

jorge vicente disse...

muitos beijinhos, querida luísa!!!

jorge

jorge vicente disse...

querida vanda,

beijinhos!!!
jorge