15.9.09

a noite abrir-nos-á



(gravura de jannis kounellis, "untitled (trittico) 3", 1998)


20.

a sombra abre-se no
preciso instante em
que a luz se invoca

(de fogo)

clamor negro de voz,
urro, som de vértebra,
o pequeno livro em
silêncio/pedaços de
papiro

suspiro o som-leve-om

(escuridão invocada
de ascensão).

jorge vicente

2 comentários:

Eliana Mora (El) disse...

[...]
suspiro o som-leve-om

(escuridão invocada
de ascensão).

vitrina vazia
respira, renova-se
inspira o ar

num instante, pleno.

beijo,
El

jorge vicente disse...

ah, muito obrigado, querida amiga.

suspiro o ar-vento-corpo
num todo que rouba
e fica.

o lírio.

jorge vicente