4.2.09

biodançando por aí...




o cássio amaral, amigão e poeta brasileito do araxá (terra de dona beija!...) mandou-me uma daquelas correntes ou jogos que se transmitem via blogs.

as regras são as seguintes:

1: escolha um cantor (Hank Williams);
2: a cada pergunta feita, terá que colocar a resposta. Só que a resposta tem que ser o título de uma música (e é aqui que entra a biodança porque vou escolher músicas que ouço lá);
3: repassar a 7 blogs (esta, não vou cumprir - têm todos que me ler e roubar o que está aqui (risos) );

Perguntas:
a) és homem ou mulher? yellow submarine. Não tenho um género específico, ando sempre debaixo de água!!

b) Descreve-te: Deixa a Vida Me Levar. apesar de hoje ser mais difícil porque são os espirros que me estão a levar... mas o zeca pagodinho é um mestre da boa disposição.

c) O que as pessoas pensam de ti? Fields of Gold. Um interior de ouro. De preferência, a versão da Eva Cassidy.

d) Como descreves o teu último relacionamento? Isn't a Pity (George Harrison). Acabou.

e) Descreve o momento actual (da tua relação) Jambalaya. Só me apetece ser um cowboy e dançar. Apesar de não ter uma relação-amor, tenho uma relação-amizade com muitas pessoas especiais. É o poder do grupo e da roda.

f) Onde querias estar agora. Banana Boat Song (Harry Belafonte). Esta música é uma música tropical. Por isso, gostava de estar a comer bananas nos trópicos e, de preferência, num sítio com muita água e com algum calor (não muito).

g) O que pensas do amor. Here Comes the Sun (The Beatles). É o sol. apenas. que ilumina tudo e todos.

h) Como é a tua vida. Pra me encontrar (Marisa Monte). Ainda não me encontrei. Só quando encher os poemas de água, de pele, de todas as formas do universo, esse encontro comigo próprio acontecerá. Mas, como disse Rolando Toro em Janeiro quando esteve em Portugal, nós nunca nos conhecemos perfeitamente. Resta o abraço e o olhar compartilhado.

i) O que poderias se pudesses ter um só desejo. If (Pink Floyd). Se tivesse um só desejo, pediria uma capacidade ilimitada de aceitação do que a vida me oferece: amor, liberdade, poemas mas, também, choro, lágrima, ferida.

j) Escreva uma frase sábia. Canta, Canta Minha Gente (Martinho da Vila). O Martinho é que sabia o poder do canto e da alegria. Nada é mais sábio do que sorrir.

Jorge Vicente

1 comentário:

a mesa de luz disse...

espectacular post!!! :)) beijinhos