31.10.08

one hell of a ride over here: multiple maniacs



(divine)

apesar de já ter colocado uma das cenas mais escabrosas (!!!) do filme multiple maniacs no post anterior, ainda não falei dele. nem preciso falar muito porque, com este filme, só a experiência de vê-lo vale por si. não é um filme, digamos, convencional, com um argumento lógico, com representações que enchem o olho (se exceptuarmos divine, brilhante no seu papel de travesti assassina). é, acima de tudo, um filme sujo, amador, experimental, surrealista. os seus defeitos são talvez os defeitos de muitos filmes que apareceram nos anos 60 e 70: querem ser tão explosivos, tão chocantes, tão sujos que exageram um pouco. e este então...

a carreira de john waters depois continuou com muito mais sucesso em pink flamingos, cry baby, cecil b. demented e hairspray, mas este fica como um filme relevante, apesar de tudo. a força de divine e a força da ousadia nas imagens.



(a célebre cena da crucificação de cristo, misturada com sexo e ... - vai muito mais longe do que qualquer deep throat que se preze e torna outros filmes como brincadeiras de crianças)

2 comentários:

Cássio Amaral disse...

Todas as aplicadas suas são muito boas.

Tudo muito alto nível aqui mano.

Grande abraço.

romério rômulo disse...

jorge:
estive aqui para me atualizar.
um abraço.
romério