15.10.08

a atitude dos pacientes em relação à doença



(quadro de henri lebasque, "les deus baigneuses près de la plage", s/d)


"Os profissionais continuam a agir como se as doenças apanhassem as pessoas, em vez de entenderem que as pessoas apanham doenças por se tornarem susceptíveis às sementes da doença às quais estamos todos expostos constantemente. Apesar de os melhores clínicos terem tido sempre consciência disso, a medicina em geral raramente estudou as pessoas que não adoecem. A maior parte dos médicos raramente têm em consideração como a atitude de um paciente em relação à vida modela a quantidade e qualidade dessa vida." (1)

bernie s. siegel


(1) SIEGEL, Bernie S. - Amor, medicina e milagres. 1ª ed. Lisboa: Sinais de Fogo, 2004. ISBN 972-8541-47-3. pg. 21.

4 comentários:

Cássio Amaral disse...

brother,

se o paciente foi de boa energia e agradecer pela doença, não se preocupar muito ele melhora mais rápido devido o desapego.

o apego é que deixa o paciente pior, ou seja a doença pior.

grande abraço.

jorge vicente disse...

um comentário de grande sabedoria, caro amigo.

o mesmo autor cita um exemplo de um clínico que morreu de cancro porque justamente a vida deixou de ter sentido: ia abandonar a família e o trabalho que tanto amava.

o apego...

um abraço forte
jorge

M. disse...

hum..
As pessoas que estejam sempre com pensamento positivo tendem a ser menos susceptíveis às doenças, está provado claro.
Mas há sempre aqueles grupos que, vá se lá entender..

bah, jorge, sabes, por muito que o digam especialistas ou filósofos, nunca ninguém sabe ou saberá os factos. Tudo o que exziste são suposições.

beijos

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.