3.8.08

sexualidade



(desenho de raymond pettibon, "no title - wheter you have", 2008)


"Porque rege a sexualidade, os problemas de funcionamento do Chacra Sagrado situam-se, com frequência, na puberdade. O despertar da sexualidade costuma ser um período perturbador. Primeiro, porque o organismo está programado para, nessa época, produzir metamorfoses profundas, o que, só por si, costuma deixar os adolescentes um tanto desorientados. Segundo, porque pais e educadores - geralmente com falta de educação a este nível - raramente estão preparados para ensinar como viver saudavelmente essa fase e utilizar essa energia extremamente poderosa.

Por um lado, fora de casa, a Escola não tem cumprido essa função cabalmente; por outro lado, dentro de casa, talvez os pais, no seu tempo de adolescentes, já tenham visto a sua própria sensualidade e sexualidade recalcadas. Não admira, portanto, que dessa privação recebida dos seus próprios pais, tenha resultado a ausência do estímulo sensual, como carícias, ternuras ou outras formas de contacto físico." (1)




(1) SOUSA, Vitorino de - Manual da leveza: visita de médico ao chacra raíz. Carcavelos: Angelorum Novalis, 2004. ISBN 972-8680-93-3. pg. 140.



Onde está o verdadeiro significado do toque nas nossas vidas? Será que nos tocamos o suficiente? Será que tocamos suficientemente os nossos amigos, os nossos familiares, quem está ao nosso lado? E não se trata apenas do toque emocional, daquele toque que ama e faz amar; mas, também do verdadeiro contacto físico de pele contra pele.

4 comentários:

Mulher na Janela disse...

o maior desafio do toque é o tateio de almas. mas como é bom!

beijos...

Iara

M. disse...

Hum.. para reflectir realmente...
Será que nos tocamos o suficiente..? faz-se por isso, mas há qu ir para além do superficial e deixar que o toque provoque as maiores emoções.
E é preciso estar disposto.

beijinho

jorge vicente disse...

Cara Iara, nada substitui um abraço, um toque no ombro para consolar a dor, o prazer de conhecermos o nosso corpo e nos tocarmos quando espreguiçamos.

esse é o valor da verdadeira Vida e da verdadeira alegria de viver.

um abracinho doce
jorge

jorge vicente disse...

é preciso estar disposto, sim. mas, para quem esteja disposto, recebe os maiores tesouros.



um abraço, um toque de consolação, as mãos dadas, tudo isso provoca as maiores emoções.



um beijinho para ti, amiguinha

jorge