14.8.08

Amor (ou não)



(colagem de dash snow, "bin laden youth", 2006)

"A pessoa que não se ama a si mesma ou que não pode fazê-lo (quer dizer, que não pode ver ou não dá permissão à sua própria divindade), irá desesperadamente em busca de alguém que a faça sentir segura. E, quando vê esta segurança ameaçada, volta a cair na chantagem e no controlo emocionais através da retenção do afecto... em nome do amor! Quando se ouve alguém a dizer a outra pessoa: «Amo-te», o que, frequentemente, quer dizer é: «Tenho medo e preciso de ti para seres o meu escudo de protecção»." (1)

in Um manual para a ascensão


(1) in Manual para a ascensão apud SOUSA, Vitorino de - Manual da leveza: visita de médico ao chacra raíz. Carcavelos: Angelorum Novalis, 2004. ISBN 972-8680-93-3. pg. 164.

1 comentário:

mariza disse...

ei Jorge, perdoa a demora em retribuir a sua gentil visita ao meu blogue, mas andei desaparecida, apertada de trabalho.
gostei muito daqui.
obrigada e um beijo.

mariza